#004 CHARMANDER

”O fogo em sua cauda mostra a intensidade de sua força vital. Se estiver fraca, o fogo também queimará menos intensamente…” – Pokémon Gold

Juntamente com o Bulbasaur, e Squirtle, o Charmander faz parte dos três Pokémon iniciais de Kanto. Em sua morfologia, e de acordo com sua Pokédex original do jogo, sua descrição e espécie remete aos anfíbios, especificamente às Salamandras.

Ao se ler anfíbios, automaticamente, nos lembramos do grupo dos sapos. Porém, o grupo dos anfíbios atuais – Lissamphibia – se dividiu em 3 linhagens evolutivas: Urodela (Salamandras), Anura (Sapos e rãs) , Gymnophiona (Cecílias). Os Anura, mais populares, são conhecidos por sua forma de locomoção bem característica e considerados como um grupo bem sucedido, pois suas patas traseiras podem ser usadas para vários tipos de locomoções, sendo a de saltar a mais famosa, mas esta variedade vai além, podendo também escalar e nadar com movimentos alternados das patas dianteiras e traseiras com a ajuda da membrana interdigital (em alguns).

Não muito famosas, as Salamandras possuem corpo alongado e apresentam quatro patas. Seus passos se assimilam, muitas vezes, a de seus antepassados tetrápodes. Bastante sensíveis a variações ambientais, estes animais são os mais afetados quando há algum desequilíbrio ecológico, devido a sua sensibilidade e necessidade de ter que completar seu ciclo de vida dentro e fora da água. Muitas espécies não conseguem tolerar o estresse hídrico de alguns ambientes, caso a mudança seja minimamente brusca . Mas voltando ao que interessa, nos anfíbios, em geral, existe uma característica que é muito marcante na biologia destes animais: o Tegumento úmido e permeável. Do latim Liss – Liso, alguns destes animais necessitam viver boa parte de suas vidas em locais úmidos para que haja uma camada de água que facilite as trocas gasosas entre seu tegumento e o ambiente. Mas há sempre uma exceção.

ciclo de vida

Algumas espécies de Anuros e Salamandras conseguem passar boa parte de suas vidas em tocas úmidas que fazem no chão,
saindo somente em épocas chuvosas para se alimentar e se reproduzir. Agora eu cheguei onde queria.

Se o Charmander, supostamente seria um animal ”semi-aquático” e necessita viver boa parte de sua vida dentro da água, por que e como a chama em sua cauda não se apaga quando em locais muito úmidos?

Até mesmo no anime o Charmander do Ash e o Charizard do Red ( protagonistas de universos diferentes dentro da franquia) foram completamente submergidos na água sem que sua chama fosse apagada. Como alguns fãs vão se lembrar, no primeiro episódio em que apareceu um da espécie, ele foi abandonado por seu treinador e deixado na chuva o que ocasionou a diminuição da chama. O que se sabia na época em que assistíamos era de que, se a chama se apagasse o Pokémon morreria. Primeiramente temos que ter em mente que o fogo não é um fenômeno físico e sim químico, então, desde que se dê combustível e oxigênio na quantidade certa (dependendo do lugar), se pode obter uma chama até mesmo embaixo d’água. Na verdade, o fogo na ponta de sua cauda não representa o fenômeno químico em sí. Quero dizer, sua cauda não está fritando o tempo todo, pois ao invés da reação química de queima de oxigênio, aqui a combustão representa a saúde do animal. O que eu quero dizer é que talvez o Charmander não dependa de casos externos como falta de ar ou umidade para se abastecer. Em nossa respiração, o oxigênio é captado nas membranas umedecidas dos alvéolos pulmonares e transportado para todo o corpo através da corrente sanguínea. Talvez no Charmander a respiração abasteça a chama, então, se este estiver doente ou abalado emocionalmente, a chama diminuirá em consequência.

''-Algo não está cheirando bem''
”-Algo não está cheirando bem”

O mesmo pode acontecer ao contrário, quando sua saúde e vigor estão melhores, o fogo em suas caudas brilham e as chamas são mais intensas. Há até uma descrição na Pokédex que diz que os filhotes, não habituados com a fulgência,  muitas vezes se queimam. Por falar em filhotes, vocês sabiam que existe uma salamandra que é o único vertebrado (que se sabe) capaz de fazer fotossíntese? Mas isso fica para outro dia. XD

 

2 thoughts on “#004 CHARMANDER”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *